Horizonte de Palavras

Porque escrever é olhar além…

E na sua tristeza, sorria!

Dias de chuva sempre nos fazem pensar mais, seja em pessoas ou coisas cotidianas ( não que essas pessoas não sejam cotidianas), seja em sentimentos ou palavras proferidas. Hoje tentei achar uma ligação entre pensar, sentir e ouvir e acabei me deparando com um vídeo que mostra tudo. A música “Smile” de Charles Chaplin possui uma letra bonita e encorajadora, que tenta te mostrar motivos para simplesmente sorrir.

Então lembrei de outro fato: já se passaram 2 meses sem o astro pop Michael Jackson, que faz uma falta danada. O mundo perdeu um pouco do brilho. Acho que ninguém vai criar mais nada na música como ele criou.  A canção ficou ainda mais bela na voz de MJ. Eureca! Consegui juntar tudo, Chaplin + Michael Jackson + pensar, sentir e ouvir.

Deu nisso!

SORRIA
Sorria, embora seu coração esteja doendo
Sorria, mesmo que ele esteja partido
Quando há nuvens no céu
Você sobreviverá…

Se você apenas sorri
Com seu medo e tristeza
Sorria e talvez amanhã

Você descobrirá que a vida ainda vale a pena se você apenas…

Ilumine sua face com alegria
Esconda todo rastro de tristeza
Embora uma lágrima possa estar tão próxima
Este é o momento que você tem que continuar tentando
Sorria, pra que serve o choro?
Você descobrirá que a vida ainda vale a pena
Se você apenas…

Se você sorri
Com seu medo e tristeza
Sorria e talvez amanhã
Você descobrirá que a vida ainda vale a pena
Se você apenas Sorrir…

Este é o momento que você tem que continuar tentando
Sorria, pra que serve o choro?
Você descobrirá que a vida ainda vale a pena
Se você apenas Sorrir

25/08/2009 Publicado por | Pensadores: Poesia da Vida | , , , , , , | Deixe um comentário

Só depende de nós

Começar o dia com as palavras sábias de Chaplin é como procurar uma razão pra não reclamar de todas as coisas. Cada um faz da sua vida aquilo que deseja, obviamente, mas ela ser boa ou ruim é de sua própria  responsabilidade. Ao ler este poema, percebi que a vida não é mais do que escolhas, certas ou erradas, mas escolhas…

 

 “Hoje levantei cedo pensando no que tenho a fazer antes que o relógio marque meia noite. É minha função escolher que tipo de dia vou ter hoje. Posso reclamar porque está chovendo ou agradecer às águas por lavarem a poluição. Posso ficar triste por não ter dinheiro ou me sentir encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício. Posso reclamar sobre minha saúde ou dar graças por estar vivo. Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria ou posso ser grato por ter nascido. Posso reclamar por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter trabalho. Posso sentir tédio com o trabalho doméstico ou agradecer a Deus por ter um teto para morar. Posso lamentar decepções com amigos ou me entusiasmar com a possibilidade de fazer novas amizades. Se as coisas não saíram como planejei posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar. O dia está na minha frente esperando para ser o que eu quiser. E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma. Tudo depende só de mim.”

Charles Chaplin

23/08/2009 Publicado por | Pensadores: Poesia da Vida | , , , , | 1 Comentário

A ordem das coisas…da vida

Ao assistir pela milésima vez  O Curioso Caso de Benjamin Button (Warner Bros/Paramount Pictures, 2009), fiquei pensando sobre um texto de Chaplin que fala exatamente da ordem de como decorre a vida.

E ao meu ver, seria ótimo se tudo acontecesse dessa forma…

” A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso.

Daí viver num asilo, até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo. Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder aproveitar sua aposentadoria. Aí você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara para a faculdade.

Você vai para colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando. E termina tudo com um ótimo orgasmo! Não seria perfeito?”

Charles Chaplin

 

28/07/2009 Publicado por | Pensadores: Poesia da Vida | , , , , | Deixe um comentário

Charles Chaplin: Razão e Emoção

Aprendi a apreciar uma pessoa que infelizmente não está mais aqui, mas continua surpreendendo as gerações tão sedentas de  sabedoria e amor. Belas palavras e pensamentos concretos constituem suas obras.

Há um tempinho tenho lido seus textos, que são a mais pura descrição de como ser alguém melhor. Cada dia o aprecio mais:

Charles Chaplin.

Começa aqui uma série de posts sobre esse gênio da dramaturgia, cinema e por que não da vida?

Agora é com ele…

Até a próxima…

Texto: Quando me Amei de verdade, Chales Chaplin

Texto: Quando me Amei de verdade, Chales Chaplin

23/07/2009 Publicado por | Pensadores: Poesia da Vida | , , , , , , | 5 Comentários

   

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.